O Muay Thai e a saúde feminina

Muay Thai, também conhecido como Thai Boxing, é uma arte marcial nascida na Tailândia e consiste no uso combinado de punhos, cotovelos, joelhos, canelas e pés. É uma combinação completa do uso de várias partes do corpo, exigindo um grande condicionamento físico, concentração e autoconfiança de quem pratica essa luta. São três elementos indispensáveis para um bom desempenho, principalmente se quiser tornar-se profissional.
Entretanto, diversas academias inserirem já trabalham com a modalidade de treinos de luta, pois, definitivamente, são uma excelente opção para queima de gordura e tonificação dos músculos. Além disso, são treinos que ajudam a melhorar o condicionamento cardiovascular, a coordenação motora, resistência, agilidade e até mesmo ajudam como defesa pessoal.
A prática do Muay Thai ficou ainda mais popular e queridinha no mundo feminino quando algumas celebridades divulgaram o investimento no treino de luta para tornear ainda mais as suas curvas. Angélica, Fernanda Souza, Giovanna Ewbank são algumas delas.
O público feminino geralmente busca exterminar gordura e baixar o peso. A prática dessa modalidade esportiva ajuda muito a conquistar esse objetivo e ainda pode ser muito divertido.

Quais os benefícios para o corpo?

São muitos! Como os movimentos de luta exigem preparação física alta, os gastos calóricos podem chegar a 800 calorias em uma hora de aula.  Veja abaixo algumas vantagens sobre a prática desse exercício:
  • Desenvolve a capacidade Cardiovascular
O treino é bastante intenso e exige muito da capacidade cardiovascular. A prática regular do exercício ajuda a aprimorar cada vez mais sua resistência e a aumentar essa capacidade. Essa exigência e força das aulas de Muay Thai têm como resultado um alto gasto calórico e junto com ele, o emagrecimento. Por isso uma modalidade tão procurada pelas mulheres.
  • Perda de peso
A intensidade da aula pode chegar a queimar 800 calorias. Claro, número que varia de corpo pra corpo. Para quem busca perda de peso rápido, aliado a uma alimentação balanceada e saudável, os resultados podem ser surpreendentes.
  • Desenvolvimento da massa muscular
O treino de Muay Thai ajuda a desenvolver todo o corpo feminino. Desde membros superiores –  como braços, peitoral, costas e ombros – até membros inferiores, como as coxas, os glúteos, posteriores de perna e panturrilha. E claro, auxilia para a definição do abdômen. Lembre-se que em todo o treino o uso de braços, pernas e a força no abdômen são constantes.
  • Menos estresse
As atividades físicas no geral ajudam muito a diminuir os níveis de estresse. Durante o treino são liberadas duas substâncias, a endorfina e a serotonina, que contribuem para o aumento da sensação de bem-estar. Se preparar para o dia que vem pela frente ou até mesmo descarregar energias depois de longo período é muito positivo para repor as energias.
  • Autoestima e disposição
Pratica atividades físicas com regularidade te deixam com mais energia, além de se sentir melhor consigo mesma. Você perceberá que não se cansa mais com tanta facilidade e ainda ganhará mais disposição ao ver seu corpo se transformando com o ganho de força e mais torneado.

Emagrecendo com Muay Thai

Já dissemos todos os benefícios que essa modalidade tem para o corpo e mente feminina. Mas para ter um resultado ainda mais saudável, é bom escolher bem os alimentos que farão parte da sua dieta.
Existem alimentos mais adequados para cada período do treino: antes, durante e depois. Veja algumas dicas:
Antes do treino:
  • De 3 a 4 horas antes do treino: opte por alimentos ricos em carboidratos – pães, massas, leite, iogurtes, grão de bico, amendoim, batatas. Enfim, há uma série deles. O carboidrato lhe dará energia;
  • Para 2 horas antes do treino: coma ovos, queijos light, legumes e verduras. Esses alimentos podem ser consumidos no café da manhã ou almoço;
  • De meia hora a 1 hora antes do treino: os alimentos ideais são banana, uvas, suco de laranja, massas, arroz e pão de centeio.
Durante o treino:
Geralmente o treino de Muay Thai dura uma hora. Sendo este seu caso, apenas hidrate-se, pois a desidratação acontece no início do treino, amentando a temperatura corporal. A água é o combustível ideal para manter o corpo saudável.
Após o treino:
Caso você treine a noite, não durma sem antes se alimentar. O momento pós treino é quando se reestabelece as reservas de energia e quando os músculos se recuperam.
  • 30 minutos pós treino: escolha alimentos com carboidratos simples e com alto índice glicêmico (velocidade que a digestão dos carboidratos chega na corrente sanguínea), como batata, biscoitos, pão branco e bebidas isotônicas;
  • Para 1 a 2 horas pós treino: é quando seu músculo tem mais eficiência na absorção da glicose. Então escolha alimentos ricos em carboidratos. Para as frutas, consuma laranja, manga, abacaxi e melão; já os vegetais, beterraba, batata doce e tomate;
  • Após 2 horas do treino: o corpo já está se restabelecendo, portanto consuma alimentos com baixo, ou moderado, índice glicêmico, como derivados de leite, feijão, soja, ervilha, pães e massas brancas ou integrais, frutas, verduras e farinhas integrais.
Agora lembre-se: nunca treine de barriga vazia! É importante ter o nível de glicose sanguínea elevado para poder praticar um treino que exige graus elevados de performance.

Treino, como funciona?

Prepare-se para lutar! Aqueça seu corpo e solte a musculatura. Uma corrida rápida, pular corda ou até mesmo pular no lugar ajudam a esquentar e preparar o corpo para o combate. Conheça alguns golpes executados durante o treino:
  • Jab direto: em pé, pernas afastadas na largura do quadril, joelhos semiflexionados, cotovelos flexionados com as mãos fechadas na frente do rosto. Estenda o braço direito, virando o punho até que a palma da mão fique para baixo, e gire levemente os quadris e a perna direita. Volte a repita com o braço esquerdo. Faça 2 séries de 30 movimentos alternando os braços, com 30 segundos de descanso entre elas;
  • Jab cruzado: mesma posição anterior. Agora, com movimento circular, de fora pra dentro, e girando os quadris. Faça 2 séries de 30 movimentos, alternando os braços, com 30 segundos de descanso;
  • Jab direto e cruzado: combinação dos dois movimentos. Golpeie com o direto de direita e o cruzado com a esquerda. Repita alternando os lados, direto com a esquerda e cruzado com o lado direito;
  • Joelhada lateral: na mesma posição de ataque (pernas afastadas, joelhos e cotovelos bem posicionados), fique na ponta dos pés e eleve o joelho direito até a altura dos quadris ao mesmo tempo em que gira 180°, de fora pra dentro, fazendo uma leve rotação com os quadris. Dê três saltos e repita com o lado esquerdo;
  • Joelhada frontal: pernas afastadas, braços estendidos à frente dos ombros e mãos espalmadas. Na ponta do pé, eleve o direito até a altura do peito. Leve o braço direito para trás para ajudar no equilíbrio do corpo. Repita com o lado esquerdo;
  • Chute frontal: posição de ataque, com o pé direito na frente, fique na ponta dos pés, eleve a perda direita flexionando o joelho e dê um chute alto à frente. Incline um pouco seu corpo para trás e posicione os braços para ajudar a equilibrar. Volte e repita o movimento com o lado esquerdo. Faça esse movimento com mais velocidade;
  • Agachamento e chute frontal: de pé, pernas afastadas na largura dos quadris, braços cruzados, como em forma de ‘x’, na frente do peito e as mãos fechadas. Agache projetando os quadris levemente para trás, como se fosse sentar. No movimento de subida, fique na ponta dos pés, eleve a perna direita para um chute frontal. Volte a posição e repita com a perna esquerda.

Conheça os acessórios e roupas para o treino de Muay Thai

Bom, se você se interessou e quer começar a praticar essa luta, a primeira coisa a fazer é uma avaliação física. É importante entender quais as limitações do seu corpo para não se machucar e poder tirar o máximo de proveito de cada treino. Existem muitos profissionais qualificados e academias que podem te ajudar neste quesito.
Lembre-se que durante as aulas, roupas leves e acessórios de luta são essenciais para garantir a segurança, como:
  • Bandagens: para proteção dos ossos e tendões, evitando lesões como fraturas ou torções. Iniciantes, geralmente, se machucam mais pois não fazem uso correto da bandagem. Portanto, é um item essencial;
  • Luvas: item obrigatório. É também proteção e segurança para quem dá e quem recebe o golpe;
  • Caneleiras acolchoadas: como o esporte também envolve caneladas, a proteção da área é importante para não cometer nenhuma lesão séria durante o treino;
  • Protetor bucal: para proteção dos dentes.
Parece muito, mas são equipamentos essenciais para garantir sua segurança, já que socos e chutes fazem parte do treino.
Diversas lojas no brasil vendem esses acessórios, assim como sites de segunda mão. Se optar em fazer aulas na academia, verifique quais equipamentos que realmente precisará investir.

Mulheres no Muay Thai

O esporte cresceu muito e diversas mulheres lutam profissionalmente. A popularização do UFC também ajudou a alavancar a modalidade e é possível ver atletas como Cyborg, Amanda Nunes, Ronda Rousey, entre outras grandes personalidades, fazendo uso do Muay Thai agregado a outras modalidades como jiu jitsu, box, taekwondo, etc.
Nas academias brasileiras é possível notar o aumento do número de mulheres, como turmas de 40 alunas, variando de 20 a 40 anos e até casos adolescentes e senhoras com mais idade. Todas buscam estética e qualidade de vida são os objetivos em comum. O esporte pode ser também muito eficaz na defesa pessoal. Converse com seu professor e bom treino!

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.