Conheça os tipos de Sonambulismo

Conheça os tipos de Sonambulismo
O sonambulismo é um distúrbio que ocorre durante a fase mais profunda do sono, o sono de ondas lentas. Geralmente acontece dentro do primeiro terço da noite, entre a primeira e segunda depois que a pessoa adormeceu e costuma ocorrer apenas uma vez na noite, quando acontece.
A pessoa que sobre desse transtorno passa a realizar atividades sem ter plena consciência do que está fazendo. Isso pois parte de suas funções cerebrais segue adormecida, fazendo com que a pessoa fique em um estado de transição entre sono e vigília. E é por conta disso que os sonâmbulos não se recordam de nada – ou quase nada – do que aconteceu durante esse período.
Os episódios podem durar alguns poucos segundos ou até mesmo 30 minutos. Os casos de sonambulismo são mais comuns em crianças, porém também podem ocorrer entre adultos e idosos.

Os tipos de sonambulismo

Apesar de existirem alguns tipos de sonambulismo, a maioria deles apresentam os mesmos sintomas, como sentar-se na cama, levantar-se para ir ao banheiro ou dar uma breve caminhada pela casa ou até mesmo chegar a preparar algo simples para comer. Abaixo listamos alguns tipos para que você possa compreender um pouco mais sobre esse distúrbio. Seja pela ótica da medicina ou até mesmo espiritual em alguns casos.

Sonambulismo magnético

Esse tipo de sonambulismo também é conhecido por sonambulismo artificial, provocado ou induzido. É caracterizado como um estado de emancipação da alma. Segundo conhecedores, essa emancipação é estimulada através da ação que o magnetizador – pessoas que estudam e exercem o magnetismo animal – pratica sobre uma outra pessoa através do fluido magnético. É durante esse momento de forma de energia hermética que é possível desenvolver melhor a lucidez da alma, sendo possível ver as coisas com maior precisão e nitidez.
Esquecer-se totalmente do que aconteceu durante o sonambulismo magnético ao acordar é um sintoma característico, pois a independência de corpo e alma é mais completa do que durante um sonho.

Sonambulismo homicida

Como durante o sonambulismo nosso sistema motor está ativo, porém a consciência apenas em parte, podem acontecer situações que são alheias à própria vontade da pessoa e em alguns casos pode acabar gerando comportamentos violentos. Uma pessoa que está sofrendo de grande estresse ou com grandes frustrações pode acabar agindo de forma bastante agressiva durante o momento de sonambulismo. É nesse contexto que aparecem os comportamentos anormais.
O sonambulismo homicida trata-se de quando uma pessoa chega a cometer um homicídio, assassinando outra pessoa enquanto está dormindo. Quando isso ocorre, o sonambulo não tem consciência e está alheio a sua própria vontade e controle. Na maioria das vezes, como é natural do sonambulismo, ao acordar a pessoa não se lembra do que ocorreu durante a noite.
Apesar de não ser um fenômeno muito frequente, é algo que pode sim acontecer. Ao longo dos anos foram estudados casos de sonambulismo e foram verificadas alterações cerebrais durante o sono em algumas pessoas, o que poderia leva-las a cometer um homicídio durante o sono. De fato, foram relatados mais de 50 casos de sonambulismo homicida ao longo da história.

Sonambulismo e o espiritismo

O espiritismo enxerga o sonambulismo como algo maior do que apenas um fenômeno psicológico. Acredita-se que é nesse momento que se pode estudar a alma das pessoas, pois é onde ela se encontra descoberta.
Uma pessoa sonambula consegue visualizar todos os lugares por onde sua alma possa transportar-se, independente da distância percorrida por ela. O sonambulo consegue ver as coisas como se estivesse fisicamente no local, isso pois, sua alma realmente está nesse lugar. É por isso que o corpo de um sonambulo fica limitado de sensações até que sua alma volte a habitá-lo outra vez. Quando ocorre essa separação parcial entre alma e corpo, é caracterizado como um estado anormal, sujeita a duração mais ou menos longa, entretanto não indefinida.
Algumas das pessoas que sofrem com o sonambulismo apresentam conhecimentos acima do seu grau de instrução e até mesmo superiores a suas capacidades intelectuais.
Porém existe um limite para a lucidez sonambúlica. Mesmo estando completamente livre, o espírito restringe seus conhecimentos dependendo do grau de perfeição que ele tenha alcançado. O espírito do sonambulo se comunica mais fácil com os outros espíritos. Tanto com os encarnados, como não encarnados. A comunicação entre eles se dá pelo contato de fluidos que compõem os perispíritos, servindo para transmitir o pensamento como se fosse um fio elétrico. Ou seja, não é necessário que sejam faladas palavras ao sonambulo, pois ele tem a capacidade de senti-las e adivinhá-las.

Sonambulismo alcoólico

O nosso sono é composto por ciclos e conta com duas fases básicas de atividade cerebral: NREM e REM. Geralmente o primeiro ciclo do sono é o estado NREM seguido de um período pequeno de sono REM e esses dois ciclos se intercalam repetidamente, a cada 90 minutos mais ou menos, durante toda a noite. É durante o sono REM que seu cérebro fica mais ativo e quando geralmente os sonhos surgem. Esse é um momento propicio para concentração, capacidade motora e memória e essencial para alcançar o sono reparador.
O álcool pode acabar alterando alguns fatores durante o sono e com isso interferindo no seu descanso. Isso pois além de diminuir o tempo que você acabará levando para adormecer, ele pode aumentar o seu estado de sono profundo, reduzindo assim, a fase REM e segundo estudos, ao aumentar o tempo de sono na fase NREM pode acarretar em problemas como sonambulismo, insônia e problemas respiratórios.
As pessoas que consomem bebidas alcoólicas com muita frequência, em especial próximo ao horário de dormir, podem desenvolver esse tipo de problema. O ideal é que você espere por volta de duas horas antes de dormir, depois de ter consumido álcool.

Sonambulismo sexsomnio

Sexsomnia – termo em inglês – também é conhecida como sexo dormindo, sexo-sono ou então como sexambulismo. Apesar do nome remeter a ideia de que se trata de pessoas sonambulas, a verdade é que esse tipo de distúrbio de sono é completamente diferente do estado de sonambulismo.
O sexsomnio é um distúrbio onde a pessoa mantém relações íntimas enquanto ainda está dormindo.
Algumas pessoas, seja por condição genética, consumo de álcool ou até mesmo por estresse, não conseguem perder a tonicidade muscular enquanto estão dormindo. Segundo especialistas, isso quer dizer que o que quer que elas estejam fazendo durante seus sonhos, poderão levar para a vida real.
Esse mal afeta mais pessoas do que imaginamos. Muitas pessoas têm receio ou vergonha de admitirem que sofrem desse distúrbio, mas a cada ano novos casos são apontados. Uma vez descoberta a doença, é aconselhável que os pacientes sejam tratados com terapia psicológica juntamente com medicamentos que agirão como um relaxante muscular, ajudando a impedir a atividade enquanto a pessoa está dormindo.
Quem sofre desse mal pode ter sérios problemas com a justiça, pois podem acabar mantendo relações sexuais com estranhos, cometendo atos de violação ou assédio inconsciente. Por isso, as pessoas que sofrem desse distúrbio devem procurar ajuda profissional e assim serem tratados e evitarem situações de risco.

O sonambulismo é doença?

Especialistas não apontam o sonambulismo como uma doença, mas sim um distúrbio. Mais presente na fase infantil, o sonambulismo chega a atingir cerca de 30% das crianças, enquanto afeta apenas 4% das pessoas na fase adulta. Porém, mesmo não sendo considerado doença, alguns casos de sonambulismo podem necessitar de tratamento, especialmente se tiver alguma consequência física ou psicológica que cheguem a incomodar a vida de quem tem esse distúrbio, ou até mesmo das pessoas a sua volta.
Ainda não se sabe exatamente qual é a causa do sonambulismo, mas alguns estudos apontam que ela pode estar ligada à genética, uma vez que os casos podem aumentar em até 60% as chances de uma criança sofrer com esse problema, caso seus pais tenham tido experiências de sonambulismo no passado. Além da genética, outros fatores que podem causar sonambulismo é o consumo de álcool, uso de medicamentos psicotrópicasestresseansiedadecansaçomudança de rotina do sono ou até mesmo a febre.
Os cuidados a serem tomados com pessoas que sofrem de sonambulismo geralmente são mais simples, sendo recomendado evitar deixar objetos pontiagudos espalhados pelo chão e manter janelas e portas trancadas. Porém, existem alguns casos em que o distúrbio pode ser mais grave. Seja quando as ocorrências passam a ser muito frequentes, ou até mesmo em se o sonâmbulo se torna muito agressivo. Nesses casos é importante procurar ajuda profissional para um tratamento. Os médicos que podem ajudar a tratar o sonambulismo são os neurologistas, psiquiatras, médicos do sono, clínico geral ou geneticistas.

Comentários